Prêmio Unicamp – Vladimir Herzog lança edital e abre inscrições


Prêmio Unicamp – Vladimir Herzog lança edital e abre inscrições

18, dez – 2023 | 15:22
Edição de imagem

FacebookTwitterWhatsAppLinkedInCompartilhar

Estão abertas as inscrições para o Prêmio de Reconhecimento Acadêmico em Direitos Humanos Unicamp – Instituto Vladimir Herzog 2023. A iniciativa destaca pesquisas comprometidas com a defesa da vida e o fortalecimento da dignidade humana, contemplando trabalhos de graduação e pós-graduação feitos em universidades e instituições públicas de ensino superior e desenvolvimento científico localizadas no Estado de São Paulo. As inscrições vão até 14 de fevereiro de 2024.

O prêmio, organizado pela Diretoria Executiva de Direitos Humanos (DeDH) e pelo Instituto Vladimir Herzog, conta com o apoio do Gabinete do Reitor e visa reconhecer a produção científica conectada com os direitos humanos, mostrando que suas questões podem pautar ações com vistas à ampliação do conhecimento. A proposta é desmistificar a ideia de que esse assunto restringe-se à área de humanidades, explica Wagner Romão, professor do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp e um dos coordenadores desta edição do prêmio. “O objetivo é reforçar a ideia de que todos os campos do saber devem estar comprometidos e de que podem colaborar com a construção dessa perspectiva. Valorizando, inclusive, a transversalidade”, afirma.

##
Um dos coordenadores desta edição do prêmio, professor Wagner Romão: desmistificar a ideia de que esse assunto restringe-se à área de humanidades

Para Romão, a parceria com o Instituto desde o primeiro ano fortalece a iniciativa. “Além do fato de ser muito importante essa união com um representante da sociedade civil, o instituto tem uma longa atuação no campo dos direitos humanos e na defesa da democracia”, declara. “Não por acaso essa ideia foi gestada em 2019, em meio a um ataque às universidades. Há uma percepção de que a produção do conhecimento crítico tem uma conexão muito direta com a questão dos direitos humanos e que esses campos precisam se fortalecer mutuamente.”

Integrante da comissão organizadora do prêmio desde sua primeira edição, o pedagogo Hamilton Harley, coordenador executivo do Instituto Vladimir Herzog, acredita que a parceria simboliza a necessidade de união entre diferentes esferas da sociedade para promover os valores humanos. “Não estamos isolados. A luta e a responsabilidade na defesa dos direitos humanos e da democracia são algo presente em diversas esferas”, analisa o educador, que vê uma evolução dos participantes. “A própria existência do prêmio tem contribuído para que muitos estudantes e pesquisadores façam uma reflexão sobre como seus trabalhos contribuem, de alguma forma, direta ou indiretamente, para os valores dos direitos humanos.”

A premiação conta com cinco categorias: ciências exatas, engenharia e tecnologia; ciências biológicas e da saúde; ciências humanas, sociais e econômicas; artes, comunicação e linguagem; e educação. Para cada uma, serão conferidos três prêmios – um para a graduação, um para o mestrado e outro para o doutorado. Na esfera da graduação, podem concorrer monografias e trabalhos finais de graduação, de conclusão de curso e de iniciação científica. Na pós-graduação, podem ser submetidas dissertações de mestrado e teses de doutorado.

O trabalho inscrito deve apresentar ao menos um dos seguintes propósitos: respeito à dignidade da vida em todas as suas manifestações; combate à desigualdade, à pobreza e à fome; promoção de meios renovados de desenvolvimento tecnológico, econômico e produtivo que eliminem a exploração humana; proteção ao planeta diante do risco de degradação; estímulo ao espírito e às práticas de solidariedade local e global; e fortalecimento da cultura do respeito, do diálogo e da paz. Serão considerados válidos somente trabalhos iniciados, concluídos e aprovados entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2023.

Cerimônia de entrega da terceira edição do prêmio ocorrida em maio de 2022, na Unicamp
Cerimônia de entrega da terceira edição do prêmio ocorrida em maio de 2023 

Todas as pesquisas inscritas serão, primeiro, julgadas por uma comissão avaliadora, composta por membros das diretorias executivas do Instituto Vladimir Herzog e da DeDH, por integrantes da Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP) da Unicamp, por acadêmicos de todas as cinco áreas correspondentes a cada categoria do prêmio, por representantes do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana e por representantes da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A lista de inscrições deferidas será divulgada no site do prêmio no dia 7 de março de 2024 (com prazo de um dia para interposição de recurso).

Entre março e abril, todas as pesquisas escolhidas passarão por uma análise da comissão julgadora. O resultado será divulgado no dia 25 de abril (com prazo de um dia para interposição de recurso). A divulgação do resultado final, após a análise dos possíveis recursos, ocorrerá no dia 10 de maio de 2024.

Não só os 15 vencedores de cada categoria receberão troféu. A comissão elegerá três personalidades para homenagear com prêmios especiais.

Acesse aqui para outras informações.

Imagem de capa
As inscrições para o prêmio vão até 14 de fevereiro de 2024As inscrições para o prêmio vão até 14 de fevereiro de 2024