Pesquisadores da Unicamp participam de novo livro da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR)

qua, 11/04/2020 - 09:37
Fotos

No último dia 15 de outubro a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) publicou o livro"15 anos da Cátedra Sérgio Vieira de Mello no Brasil: a universidade e as pessoas refugiadas", em que vinte universidades vinculadas à Cátedra compartilham suas experiências, incluindo a Unicamp.

Criada em 2005 pelo ACNUR, a Cátedra tem como objetivo promover Ensino, Pesquisa e Extensão para refugiados como forma de garantir os direitos dessas populações. Para isso, ela estabelece acordos com diversas Instituições de Ensino Superior (IES) do Brasil que, ao serem signatárias da CSVM, se responsabilizam por criar ações nas três frentes. Hoje, fazem parte do acordo 27 IES em nove estados e no Distrito Federal.

O vigésimo capítulo do livro é dedicado às políticas de acesso e permanência estudantil de refugiados da Cátedra Sérgio Vieira de Mello na Universidade Estadual de Campinas (CSVM-Unicamp), desde sua implementação em 2019. São analisados sobretudo os programas de ingresso facilitado, revalidação/reavaliação de diplomas, bolsas de auxílio e atividades extensão.

Para a Profa. Dra. Ana Carolina de Moura Delfim Maciel, presidenta da CSVM-Unicamp e autora do capítulo, o livro é um importante instrumento de divulgação sobre as diferentes frentes de atuação das Universidades. O tema se faz relevante porque "dar acesso ao ensino superior para alunos(as) refugiados(as) é possibilitar sua reinserção no país de acolhida, através de uma qualificada formação acadêmica/profissional", diz.

Além disso, ela lembra que trata-se da maior crise humanitária desde o pós Segunda Guerra Mundial, para a qual não existe solução a curto prazo. "Nesse sentido a Unicamp, e igualmente as demais universidades signatárias do acordo com o ACNUR, colaboram decisivamente para minimizar as consequências de um drama humanitário sem precedentes. A Universidade se configura assim como um espaço inclusivo e plural", afirma ela. 

 

Ingresso Facilitado

A Unicamp conta com 17 alunos refugiados, 16 na graduação e um no mestrado. Eles vêm da Síria, Gana, Palestina, República Democrática do Congo, Egito, Irã, Cuba e Serra Leoa e estão em várias áreas do conhecimento: Engenharias, Ciências Sociais, Artes Cênicas, Licenciatura em Letras, Odontologia, Medicina, Química, Administração e Ciências Econômicas. Para entrar na Unicamp esses alunos não precisam fazer o vestibular: pelo programa de ingresso facilitado que a universidade implementou em 2019 eles precisam apresentar a Carteira de Registro Nacional Migratório (CRNM) emitido pelo Comitê Nacional para Refugiados (CONARE), carta expositiva, históricos escolares e formulário de solicitação à Diretoria Acadêmica (DAC). O aluno pode escolher até cinco cursos de interesse e em seguida cada caso é avaliado diretamente na respectiva unidade.

 

Auxílio e Extensão

Além disso, os autores apresentam que alunos com ingresso em condição de refúgio recebem subsídios de moradia, alimentação e transporte acordo, em conformidade com as políticas de permanência estudantil adotadas pela universidade. Eles podem, por exemplo, viver na moradia estudantil da Unicamp e acessar os refeitórios universitários sem custo, o que está disponível também a outros alunos em condição de vulnerabilidade, não só refugiados. A Cátedra também oferece aos alunos apoio psicológico, cursos de empreendedorismo e atividades culturais. No âmbito acadêmico, promovem o desenvolvimento de disciplinas, eventos e linhas de pesquisa sobre Refúgio e Migração para sensibilizar a comunidade interna e fomentar a produção de conhecimento sobre os temas. Também no sentido de ampliar o debate sobre essas pautas, são feitos eventos para a comunidade externa. É o caso do Fórum Permanente "Refúgio e Migração: desafios contemporâneos", que acontecerá no dia 11 de novembro de forma on-line e gratuita. Serão duas mesas de debate com professores universitários, representante do ACNUR e refugiados. Mais informações sobre inscrições e programação no link: https://www.foruns.unicamp.br/eventos/forum-permanente-refugio-e-migracoes-desafios-contemporaneos