Guia informa vestibulandos da Unicamp sobre sistema de cotas étnico-raciais

qua, 11/11/2020 - 09:37
Autor
Fotos

A Comissão de Averiguação da Unicamp preparou um guia com orientações para os candidatos ao vestibular 2021 que se autodeclararem negros, pretos e pardos e optarem pelas cotas étnico-raciais. Criada em 2019, a comissão tem o objetivo de confirmar se as características dos candidatos aprovados no vestibular Unicamp 2021 por meio do sistema de cotas-étnico raciais conferem com aquelas que foram autodeclaradas e garantir a legitimidade do processo.

O guia informa previamente ao candidato todos os detalhes essenciais ao processo. Os aprovados irão receber um e-mail da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) com informações sobre a entrevista online, como data e horário, e o link para acessar a sala virtual. A Banca de Averiguação será composta por cinco membros, entre professores, alunos e funcionários da Unicamp, além de representantes da sociedade civil atuantes no movimento negro.

Durante o processo de averiguação feito na entrevista, a banca considera os aspectos fenotípicos, ou seja, o conjunto de características visíveis, com destaque para cor da pele, textura do cabelo e formato do rosto. A definição adotada para classificar o candidato autodeclarado negro, preto ou pardo está de acordo com o conceito usado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Serão proibidos o uso de acessórios durante a entrevista, como boné, chapéu, óculos de sol e maquiagem que altere, ou dificulte, a observação dos membros da Banca de Averiguação.

Após a entrevista, o candidato vai receber o resultado por e-mail, o chamado Termo de Averiguação. Os que tiverem a autodeclaração validada serão orientados a realizar a matrícula na Unicamp. Se a autodeclaração não for validada pela Banca de Averiguação, o candidato poderá apresentar via e-mail, um recurso, em um prazo de até três horas após o recebimento do comunicado do parecer..

Após o preenchimento do formulário, a Comissão de Averiguação fará a análise. Caso o pedido seja acolhido, uma nova Banca de Averiguação será constituída para reanálise. Ao final, o candidato receberá um novo e-mail com resultado do recurso (Termo de Averiguação). Caso a autodeclaração seja validada, a orientação será para efetivação da matrícula. Se a autodeclaração não for validada novamente, encerra-se o processo.

A Comissão de Averiguação está sob a responsabilidade da Comissão Assessora de Diversidade Étnico-Racial (Cader), que integra a Diretoria Executiva de Direitos Humanos da Unicamp (DeDH).

Em 2020, a Comissão de Averiguação convocou 1144 candidatos aprovados que se autodeclaram pretos, negros ou pardos que fizeram opção pelo sistema de cotas. Desse total, 270 (23,6%) não compareceram diante da banca e 69 (6%) não tiveram sua autodeclaração validada.

Para o ano de 2021, do total de 3234 vagas oferecidas em 69 cursos pela universidade, 25% serão destinadas para as cotas étnico-raciais. Fique atento aos calendário da Comvest sobre o vestibular Unicamp 2021, como horários das provas e entrevista, por meio do aplicativo, site e e-mail.

 

Video explicativo - Entrevista Banca de Averiguação 2021: 

https://youtu.be/8RdtFVxvK84

 

Depoimento de estudantes ingressantes - Relato de experiência durante a entrevista Banca de Averiguação 2020

https://youtu.be/qvQm4mAMFh8

https://youtu.be/oXXr4tyLKcY

https://youtu.be/pRbSiCoSh1o

https://youtu.be/lxR5GYuY0yo

https://youtu.be/ykmZc64-tKg

https://youtu.be/aWdEBZaotKk